Inquietudes. A intro.

Sabe naqueles álbuns de nossos cantores favoritos que sempre tem a intro instrumental de 0:30 que basicamente só servem pra nos fazer pular de faixa? Então, é sobre isso esse post.

Inquietudes porque no alto dos meus 24 eu penso muita coisa ao mesmo tempo e eu, que desde os 12 estou em um relacionamento de idas e vindas com o mundo de blogs senti a necessidade de tentar mais uma vez, depois de muitas tentativas nos últimos 12 anos (12 fucking anos tentando fazer um blog continuar vivo por mais de 2 meses. 12 ANOS!). Inquietudes porque eu tenho algumas coisas a serem ditas e é desperdício de sanidade mental mantê-las só pra mim.

Eu tenho um histórico de desistências desde a infância, e bom, eu tenho orgulho de algumas coisas que eu consegui não desistir (lê-se faculdade e academia) e pensei: “Se minha frequência de desistências tem diminuido, por que não tentar um blog mais uma vez? Está tudo ao meu favor dessa vez (risos).

E dessa vez estou começando assim: crua, sem pretensões, sem layout personalizado, sem url descolada, desprendida, no ápice da minha maturidade (a que eu acho que eu tenho). Eu aprendi que ensaiar demais pra começar as coisas só empaca a gente e assim bem no estilo “se tá como medo vai com medo mesmo” eu começo esse blog.

Imagem relacionadaAssim, só pra começar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s